Select Menu

Teste Menu 1

Tecnologia do Blogger.


Caso intervenção em Coari, o relator foi firme na análise do direito e não se deixou levar por pressões políticas. Intervenção é ato de exceção... Abaixo a ditadura. Na democracia existem os órgãos de controle externo para averiguar irregularidades, e para pendências legais existe a justiça comum com todo o arcabouço do direito, construído ao longo dos anos. Uma intervenção seria mais um ato político do que jurídico, seria um ato de exceção.

É preciso separar a pessoa física do ente federativo. Que as pessoas físicas sejam julgadas pela lei, mas o ente federativo é autônomo, o município tem a proteção da constituição e essa autonomia é o bem maior da democracia.... Se não, teremos, Brasil a fora governadores intervindo em municípios em que hajam problemas da alçada da justiça comum e dos órgãos de controle externo, ou pior teremos governadores mudando prefeitos que não lhe apoiem, e aí meus amigos, a democracia vai para o beleléu.

Um tribunal não pode se dobrar a interesses de terceiros, mas unicamente à lei. As acusações devem ser mais que levianas, devem ser reais e comprovadas no escopo do processo e não baseada em documentação apócrifa pois especificamente, este julgamento da intervenção se trata de UM MUNICÍPIO e não de uma pessoa.

O que mais chamou a atenção no comício realizado pelo candidato José Melo ontem à noite em Coari, foi a falta de harmonia entre os diversos grupos políticos que se fizeram representar, com participação eclética, mas sem nenhum tipo de afinidade.

VAIAS

Quando alguns ex - prefeitos do município falaram houve um ensaio de vaia, mas nada comparado ao que aconteceu ao vereador Adnamar (PROS ) que durante todo o seu discurso foi vaiado insistentemente. Isso em um comício é muito raro, uma vez que o público do comício é sempre direcionado para um só objetivo. A falta de popularidade de algumas lideranças que subiram no palanque de Melo pode não ter sido uma boa escolha por parte da coordenação da campanha.

Se o fato é estranho, pelo menos revela que falta muito para uma colisão da oposição em Coari e isso enfraquece e muito o candidato ao governo apoiado pelos mesmos no município. Vaias em comício não eram esperadas pela coordenação do evento que trouxe José Melo e Omar Aziz para tentar reverter o quadro desfavorável ao candidato que as pesquisas revelam.

PALANQUE DIVIDIDO

Um dos discursos que chamou a atenção no Palanque de Melo em Coari foram as palavras do candidato a Deputado Estadual, o advogado Adeva Cordovil. O candidato afirmou ser ficha limpa, assim como o candidato de sua chapa ao Senado e ao Governo. Mas como haviam candidatos no palaque que têm problemas com a justiça e que estão com a candidatura pendente na justiça, Adeva se saiu: "Eu sou ficha limpa, quem for ficha suja que se vireeee?...."

Mas a como haviam vários grupos políticos divergentes, em frente ao palanque e muitos de olho na Prefeitura de Coari, havia horas que o comício pendia mais para um lado de campanha municipal... 
Eledilson Colares

Por que e como fazer a inclusão de alunos com necessidades específicas? Estas respostas fazem parte do conteúdo de atividades programadas pela secretaria municipal de educação (SEMED), através da gerência de atendimento educacional específico (GAEE), que acontecerá durante a tarde do dia 8 de outubro, no Auditório Municipal Silvério Nery.

Relatos de experiências, apresentação de danças, mostra de arte confeccionada em sala de recursos, palestras e debates ajudarão a compreender a importância de um trabalho, considerando as diferenças dos alunos com ações voltadas a promover o acesso, a participação e a consequente aprendizagem dos mesmos.

A sugestão de práticas pedagógicas no dia-a-da da escola e a ampliação do conhecimento sobre espaços de aprendizagem para alunos com deficiência, são objetivos específicos do encontro, destinado a professores, gestores, pedagogos, técnicos educacionais, pais de alunos e pesquisadores.

Além da SEMED, a sociedade Pestalozzi de Coari, o Centro de Atenção Psicossocial – CAPS e a Secretaria Municipal de Saúde – SEMSA participam do evento. 

Esportivamente, a comunidade Rural Saubinha continua em franco crescimento. O professor Paulo Nascimento mantém firme o calendário de treinamento com os jovens atletas das categorias sub 14 (infantil) e sub 16 (juvenil) no Ginásio Francisco Luz, o “tanta”.

Depois das históricas conquistas obtidas no ano passado, quando a equipe infantil de futsal, da escola daquela comunidade, sagrou-se campeã dos jogos do Pólo 4, aqui na sede do município, o futsal do Saubinha só cresce.

Além do inédito título em 2013, a equipe também ganhou a vaga para representar o município de Coari na fase final dos jogos escolares do amazonas – JEA´S, em Manaus.

Foi na capital amazonense que veio mais um troféu e um feito histórico. Os garotos do Saubinha subiram ao ponto mais alto do pódio como campeão amazonense e a missão de representar o amazonas na fase nacional dos jogos escolares.

Um honroso sexto lugar foi a classificação final da equipe do Saubinha, que treina muito forte para voos mais altos. 



“Criança Vivendo a Infância”, com este tema a Secretaria Municipal de Educação – SEMED – realiza, dia 03 de outubro, nas dependências da Igreja de Deus Pentecostal do Brasil – IDPB – a partir das 8h00 – o primeiro Encontro dos Profissionais de Educação Infantil de Coari.

Um dos organizadores do evento, o gerente de educação infantil Paulo Cordeiro da Silva explica que se pretende, entre outros objetivos, promover a troca de experiência entre educadores da educação infantil; compreender a importância da infância na vida das crianças.

Perceber como práticas pedagógicas são realizadas na rede de educação infantil neste município e compreender o papel da educação infantil: cuidar e educar, também são temas que serão tratados no encontro.

De forma lúdica e dinâmica as escolas apresentarão breves resumos das atividades empreendidas durante o primeiro semestre de 2014. Também haverá uma palestra enfocando o tema central do evento e a apresentação do coral com oitenta professoras da Escola Dirce Pinheiro.


Encerrado o Campeonato Coariense 2014 de Handebol, na semana que passou, o interesse do público agora se volta para o Futebol de Campo.

No naipe feminino a equipe Maria Iacy conquistou o título vencendo a forte equipe da Escola Arco-Iris por 28 a 10, enquanto no masculino o time Carlos Yure não suportou a pressão do SEC 1, que venceu por 31 a 25.

Mas, como o que vale mesmo é bola na rede, tanto no handebol quanto no futebol, a redonda levanta a galera quando toca no barbante, os gols continuam no campeonato coariense da zona rural e, em breve, no peladão 2014.

A abertura do tradicional campeonato de peladas passou para o dia 10 de outubro, o que acabou dando mais tempo para algumas equipes arrumar melhor o elenco e caprichar na pontaria.


Eledilson Colares

A exemplo do acontece em várias partes do mundo, quando o mês de outubro chega e se deflagra a campanha de combate ao câncer de colo do útero, Coari também vai participar mais uma vez.

É na campanha outubro rosa que são realizadas diversas ações que promovem informações, exames, esclarecimentos e consultas médicas visando combater a doença que atinge milhares de mulheres, no mundo inteiro.

Além de uma programação específica de saúde pública, a Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), também adotará a iluminação rosa em diversos prédios e espaços públicos, com a intenção de sensibilizar e chamar as mulheres para receber esclarecimento e, se preciso, tratamento sobre o assunto.


Eledilson Colares

Com a participação de merendeiras, auxiliares de cozinha, responsáveis pelo estoque, gestores e representantes do Conselho de Alimentação Escolar - CAE) a Secretaria Municipal de Educação está promovendo, entre os dias 22 e 26 de setembro, um curso de capacitação em manipulação de alimentos.

De acordo com o secretário de educação do município, José Henrique de Oliveira, a iniciativa visa capacitar profissionais que elaboram a alimentação escolar em escolas da rede municipal de ensino. “O objetivo é melhorar a qualidade da alimentação oferecida aos alunos e, ao mesmo tempo, proporcionar atualização de conhecimento a esses profissionais”.

Duas nutricionistas – Maria do Perpétuo Socorro Barreto e Luziane de Lima Pereira – desenvolvem um conteúdo programático teórico e prático. A primeira parte acontece, durante a manhã e tarde, na escola Agenor Smith (de 22 a 24 de setembro) e a oficina acontece no Laboratório de Nutrição (dias 25 e 26) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

-

Jasmine Tridevil, uma massagista americana de 21 anos, tem três peitos. Isso mesmo, você leu certo! Recentemente, ela disse ter passado por uma cirurgia plástica para implantar um terceiro peito e um mamilo extra também. E, para isso, ela desembolsou US$ 20 mil (aproximadamente R$ 47.200 mil). As informações são do site inglês The Huffington Post.

A jovem disse em entrevista à uma rádio local de Tampa, na Flórida, que procurou 50 cirurgiões antes que um deles aceitasse fazer o procedimento. “Foi muito difícil achar um médico porque isso é contra o código de ética. O especialista que fez minha cirurgia, exigiu uma cláusula de confidencialidade porque ficou com medo de ter problemas”, contou.

Segundo Jasmine, que tatuou uma auréola no terceiro peito, espantar os homens foi o motivo de ter feito a cirurgia. “Fiz isso porque não queria mais ser atraente para os homens. Não quero mais namorar ninguém”, contou. E, completou: “a maioria dos caras acha o peito extra estranho e nojento, mas mesmo assim ainda posso me sentir bonita quando passo maquiagem e visto roupas bonitas”.

O resultado não agradou a família da massagista. “Minha mãe saiu correndo pela porta, ela não fala mais comigo e não deixa minha irmã conversar comigo também. Meu pai não está feliz, ele está com vergonha de mim, mas aceita o que fiz”, comentou.

Jasmine pode até ser a primeira mulher de três peitos na realidade, mas ela se inspirou no filme Total Recall (O Vingador do Futuro), estrelado por Arnold Schwarzenegger, para tomar a decisão. No cinema, a atriz canadense Kaitlyn Leeb usou uma prótese bem convincente no remake do longa em 2012, protagonizado por Colin Farrell, e até arriscou repetir a dose e aparecer com o “implante extra” no evento de lançamento do filme.

Fonte: Terra

Inicialmente, a validade do processo seletivo terminaria em 2 de outubro de 2014, um ano após a homologação. Porém, o prazo da Eletrobras Amazonas Energia para convocar os aprovados na seleção pública de 2013, que contou com 54 oportunidades imediatas e 2.200 para a formação de cadastro reserva, foi estendido até o dia 2 de outubro de 2015.

Com salários de R$ 1.809,19 a R$ 5.815,23, o concurso tem colocações de níveis médio e superior em diversos municípios amazonenses e em Brasília (DF).

Pessoas que terminaram o nível médio ou o curso técnico puderam tentar as carreiras de profissional de suporte, eletricista e técnico nas áreas de segurança do trabalho, eletrotécnica, telecomunicações e informática.

Para os graduados foram lançadas vagas nos setores de administração, arquivologia, ciências da computação, engenharia da computação, tecnologia em redes de computadores, tecnologia em processamento de dados – suporte técnico de informática, ciências econômicas, direito, engenharia ambiental, engenharia civil, engenharia de telecomunicações, engenharia elétrica e engenharia mecânica.

A avaliação dos inscritos se deu por provas objetivas de língua portuguesa, raciocínio lógico, conhecimentos de informática, legislação do setor elétrico e conhecimentos específicos. Os exames foram aplicados no dia 18 de agosto em Brasília (DF) e nas localidades de Benjamin Constant, Boca do Acre, Coari, Eirunepé, Humaitá, Itacoatiara, Manacapuru, Manaus, Parintins, São Gabriel da Cachoeira, Tabatinga e Tefé, todas no Amazonas.

Organizada pela Fundação Bio-Rio (http://concursos.biorio.org.br), a seleção pública aceitou registros de participação de 10 de junho a 9 de julho. As taxas cobradas foram de R$ 50 para empregos de nível médio/técnico e de R$ 70 para as posições que exigiam ensino superior.

A Amazonas Distribuidora de Energia é uma empresa de economia mista controlada pela Centrais Elétricas Brasileiras S/A (Eletrobras).
ANTÔNIO PAULO



No próximo dia 13 de outubro, a Infraero Serviços – nova empresa estatal responsável pela aviação regional brasileira – realizará visita aos aeroportos de Coari e Parintins (a 370 e 325 quilômetros de Manaus respectivamente). Esses dois municípios do Amazonas serão os primeiros a receber as ações e recursos do Plano de Aviação Regional (Pnar/Norte) que contempla 25 aeroportos do Estado, com investimentos previstos de R$ 838,4 milhões.

O Governo Federal promete investir R$ 1,7 bilhão para revitalizar a aviação regional do Norte do País, devendo beneficiar 67 aeroportos na região. Três deles serão inteiramente construídos: o da Ilha de Marajó (PA); e os de Bonfim e Rorainópolis (RR). Os outros 64 serão reformados. Cerca de dez aeroportos já recebem aviação regular, como o de Marabá (PA), Tefé e Tabatinga (AM). Esses aeródromos serão transformados em pólos da aviação regional.

“A meta do Governo é fazer com que pelo menos 95% da população brasileira fiquem a menos de cem quilômetros de um aeroporto em condições de receber linhas regulares”, diz o secretário-executivo da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Guilherme Ramalho.

 Preços

Segundo Ramalho, outra linha de atuação do Governo para fomentar a aviação regional é baixar o preço das passagens, aproximando-as do preço da passagem de ônibus interestadual. Para isso, diz o gestor, é preciso subsidiar os preços das passagens, com recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac). A proposta está sendo discutida pela SAC com o Tesouro Nacional e deve ser enviada ao Congresso Nacional antes do final do ano.

“O Governo Federal está agindo certo ao entender que a aviação regional cumpre um papel social. Somente no município de Tefé, no ano passado, foram mais de 40 transportes de pacientes para Manaus em estado grave. Outra medida acertada será o subsídio para reduzir os preços das passagens. Depois de muito cobrar soluções para resolver o problema, estou otimista com as ações planejadas”, diz a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). A parlamentar tem feito diversas gestões políticas, junto à Secretaria de Aviação Civil e Infraero, para melhorar a aviação dentro do Estado do Amazonas.

Para o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, todas essas iniciativas visam revitalizar a aviação regional porque ela, além de ser um indutor do desenvolvimento econômico local, também facilita a prestação de serviços a regiões remotas e de fronteira na Amazônia, o desenvolvimento das localidades em todo o território nacional, a universalização do acesso ao transporte aéreo e o fomento da indústria do turismo.

Demais regiões serão contempladas

Além do Norte, as demais regiões brasileiras também estão contempladas no Plano Regional de Aviação.  No Nordeste, são 64 aeroportos e R$ 2,1 bilhões de investimentos; o Centro-Oeste receberá R$ 900 milhões para revitalizar 31 aeroportos; no Sudeste são 65 aeroportos e R$ 1,6 bilhão de recursos e a Região Sul terá 43 aeroportos beneficiados pelo Pnar e R$ 1 bilhão de investimentos. O programa federal de investimentos em logística/aeroportos, que já está em andamento, prevê investimentos totais da ordem de R$ 11,4 bilhões.

A Novela Império revela uma trama envolvendo um blogueiro que usa a informação como arma de vingança pessoal. No capítulo da última sexta-feira a foto publicada no Blog do Téo em que o cerimonialista Cláudio Bolgari é exposto em uma foto que causou constrangimento a ele, família em um assunto de cunho particular que ganhou dimensões escandalosas. Assim como o blogueiro da novela usa o veículo de informação como ferramenta de vingança na vida real muitos utilizam os blogs criados para defender interesses escusos. 

A trama leva a reflexão da ética ou da falta dela por trás da informação. Até que ponto a falta de seriedade no trato com a informação pode atingir a vida das pessoas principalmente quando informações mentirosas são publicadas como se fossem verdadeiras e influenciam pessoas para o preconceito, o juízo de valor negativo, a boataria desmedida e a difamação. O que faz a diferença é o ser humano que utiliza o blog para ser um instrumento de informação ou de vingança particular... Ou outro interesse, inclusive o econômico.

É necessário que quem lida com a informação diferencie a verdade dos interesses pessoais por trás da manipulação da notícia. O blogueiro deve usar a velocidade da Internet e a praticidade do blog para informar e não para desinformar. Notícias sem provas só fomentam a boataria e afetam a vida pessoal e familiar. Ética e compromisso com a verdade diferenciam os blogs e blogueiros dos não sérios.
Dra. Dinah Câmara, juíza eleitoral, acompanha auditoria às urnas eletrônicas acompanhada de técnico do TRE e do
promotor Felipe Fish.

Técnicos da Justiça Eleitoral realizaram hoje, em Coari, o lacre das urnas eletrônicas que serão utilizadas no dia das eleições. O procedimento foi realizado em uma audiência aberta para participação da população e contou com a supervisão da Juíza Eleitoral Dra. Dinah Câmara e do Promotor Dr. Felipe Fish. Todo o procedimento foi explicado passo a passo pelos técnicos que estão realizando no município o lacre das urnas para que sejam utilizadas pelos eleitores que vão escolher seus candidatos à presidente, senador, deputado federal e deputado estadual.

A juíza eleitoral informou ao Blog que este momento expressa a segurança da urna eletrônica, ela lembrou ainda que foi feita uma auditoria em uma das urnas com a presença dos técnicos do TRE, com simulação de votação de vários procedimentos para verificar a regularidade da urna eletrônica. A partir deste momento, os técnicos que vieram à Coari começam a realizar carga de todas as urnas, mais de 160 urnas que serão utilizadas na 8ª Zona Eleitoral.

Urna eletrônica sendo auditada em Coari. A partir de hoje, técnicos começam a realizar carga dos arquivos.

Os crimes de roubo registrados na área central de Manaus reduziram cerca de 16% em agosto, comparado ao mês de julho deste ano, segundo divulgou a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) nesta terça-feira, dia 9 de setembro. Nesse período, foram registrados 188 casos de roubos, a maioria de aparelhos celulares, em todo perímetro do Centro, por onde passam cerca de 100 mil pessoas, por dia, segundo estimativas da Polícia Militar.

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Paulo Roberto Vital, as Polícias Civil e Militar reforçaram as ações na área, como forma de inibir a ação de criminosos.  "Foi verificada a necessidade de algumas ações específicas para a área. Além de reforço no policiamento também instalamos novas câmeras na área da igreja Matriz, que tem grande concentração de pessoas", disse.

Vital destacou ainda a produtividade das polícias na prisão de pessoas envolvidas com furtos e roubos. Segundo dados da 24ª Companhia Interativa Comunitária (24ª Cicom), que atende a área, em agosto foram realizadas 62 prisões em flagrante e detenções, totalizando uma média de duas por dia.  Houve ainda, segundo a 24ª Cicom, a apreensão de 12 menores.

De acordo com o  comandante da 24ª Cicom, capitão Anderson Saif, a PM atua nos principais pontos estratégicos do Centro, onde há maior concentração de pessoas. "Temos as viaturas posicionadas em pontos fixos e ainda nosso policiamento a pé", disse. O  comandante destacou a importância da população em adotar hábitos seguros ao andar no Centro, como evitar a exposição de celulares e objetos de valor. "Os celulares são os objetos mais roubados porque estão sempre à mostra", disse.

Prisão em flagrante - Na madrugada desta segunda-feira,  dia 8, policiais civis do 24ª Distrito Integrado de Policia (24ª DIP) prenderam Hudson Ribamar Silva, 23 anos, suspeito de praticar diversos assaltos e furtos no Centro. De acordo com o delegado Jorge Carlos Teixeira, o suspeito foi flagrado tentando furtar uma loja na avenida Sete de Setembro. "Uma vizinha percebeu e ligou para a delegacia avisando do furto e conseguimos fazer a prisão", disse o delegado. O preso foi indiciado por furto qualificado e a Polícia Civil abriu inquérito para apurar o envolvimento dele em outros assaltos.
"Ele foi identificado por praticar outros roubos. Somente em uma loja, o comerciante relatou que ele já tinha praticado mais de quatro assaltos", disse.

FOTOS: ROBERTO CARLOS/AGECOM




Como foi observado em todos os bairros de Manaus percorridos pela coligação “Renovação e Experiência”, a segurança figura entre os principais problemas dos moradores do São Jorge, na zona Centro-Oeste. O problema foi relatado pelos moradores a Rebecca Garcia, candidata ao cargo de vice-governadora na chapa de Eduardo Braga, na manhã desta terça-feira (9).

Uma multidão acompanhou Rebecca Garcia na Rua Humberto de Campos. De casa em casa ela defendeu a candidatura de Eduardo Braga para o governo e de Francisco Praciano para o Senado, numa composição que terá força para dar um novo rumo de desenvolvimento ao Amazonas.

“Segurança!” disse enfático o morador Gleydson Rodrigues ao ser perguntado sobre a principal reivindicação do bairro. “O tráfico daqui está muito forte”, disse. “Aqui o Ronda no Bairro, não serve para nada”, lamentou a comerciante Maria de Nazaré Barreto. Ela também pediu mais acessos à saúde e contou que o posto do bairro não tem remédios e as filas dificultam o agendamento de consultas e exames. “Minhas filhas têm problema de tireoide e não consigo marcar consultas para o tratamento”, denunciou.

PROSAMIM 

Rebecca Garcia se disse impressionada com o descaso  com a segurança no bairro, tomando como base a manifestação dos moradores do São Jorge e citou também as reclamações que ouviu sobre a promessa do Prosamim do São Jorge que não foi feito. “O Eduardo Braga deixou tudo encaminhado para que o Prosamim fosse ampliado e dado continuidade, mas não tiveram competência para fazer. Nós queremos a oportunidade para voltar aqui com as obras do Prosamim e com a atenção à segurança”, afirmou Rebecca.

INDÚSTRIA

Após a caminhada no São Jorge, Rebecca Garcia fez uma visita à indústria Tomatec Montadora, que produz equipamentos de som. Rebecca visitou a linha de montagem, o setor de controle de qualidade e almoçou no refeitório com os colaboradores da empresa.

A candidata falou da importância de ter um contato direto com os trabalhadores do Polo Industrial de Manaus. “O político amazonense tem que estar em contato 
O Instituto de Comunicação Social e Cidadania (Incomun), em parceria com a empresa Signi, realiza na quinta-feira, 11 de setembro, em Coari, no Amazonas, mais uma oficina do projeto Envolva-se - Práticas para a Cidadania. A iniciativa está rodando o país com o propósito de estimular o protagonismo cidadão e a promoção de ações que contribuam para a melhoria da qualidade de vida da população brasileira. O evento tem o patrocínio da Petrobras.

Em Coari, a oficina ocorrerá no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFAM), das 8 às 18 horas. Estão convidados a participar, além dos cidadãos moradores da região, lideranças comunitárias, empresários e representantes do governo.

No encontro, serão trabalhadas, de forma prática, questões que envolvem cidadania e comunicação. Além de dinâmicas interativas, a oficina promoverá o diálogo entre comunidade, governo, empresas, sociedade civil organizada e cidadãos interessados em contribuir para melhorar a qualidade de vida de cada região.
A inscrição é gratuita e inclui almoço para os participantes.

Depois de Coari, no dia 13 de setembro, o Envolva-se passa por Manaus, e no dia 17, em Carauari, também no Amazonas. Já foram realizadas oficinas em Araucária, no Paraná, em Betim e região, em Minas Gerais, em Mauá, São José dos Campos e Caraguatatuba, em São Paulo, em Maceió, Alagoas, e Aracajú, no estado de Sergipe, em Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco, em Itaboraí e Macaé, no Rio de Janeiro, em Canoas, no Rio Grande do Sul, em Valença, São Francisco do Conde e Alagoinhas, na Bahia, em Mossoró, no Rio Grande do Norte, em Fortaleza, no Ceará, e em São Mateus e Vitória, no Espírito Santo.
“Por meio do Envolva-se, a intenção é valorizar as histórias de transformação local em diferentes regiões do país, fazendo com que a população perceba que a mudança também está em suas mãos, tirando-a da posição de espectadora. Para isso, a oficina proporcionará um espaço de diálogo entre representantes da comunidade, governo, empresas, sociedade civil e cidadãos”, explica Cristiane Ostermann, diretora da empresa Signi Estratégias em Responsabilidade Social, parceira do projeto.

Durante a oficina, a comunicação comunitária também será apresentada como uma ferramenta de mobilização e de formação da consciência do trabalho coletivo. “O desenvolvimento das comunidades por meio da comunicação faz sentido numa época em que o uso das tecnologias e das redes sociais é crescente. Atividades como as propostas pelo Envolva-se fortalecem o propósito de avanços sociais em seus diferentes níveis”, argumenta Neusa Ribeiro, vice-presidente do Incomun.

AGENDA
Oficina Coari e região
Dia 11 de setembro, das 8h às 18h
Local: auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFAM) - Campus Coari – (Estrada Coari-Itapéua, s/n, Km 02 - Itamaraty, Coari, AM)





Eledilson Colares
Jornalista Reg. 0187/AM

Um duro golpe nos criminosos e mais uma chance para a fauna amazônica sobreviver. Assim pode ser resumida a operação de fiscalização desencadeada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e realizada e parceria com a Polícia Militar, Polícia Civil e apoio do Ministério Público Estadual (MPE), ocorrida na manhã desta segunda-feira(08/set), no mercado municipal de Coari. Ninguém foi notificado e, muito menos, preso.


Mais de uma tonelada e meia de carnes de animais e peixes protegidos por lei foram apreendidas em cima das bancas e, ainda estocadas em caixas frigoríficas espalhadas na parte interna daquele popular centro de compras. Cadeados e correntes que lacravam as caixas foram retirados por força policial, já que ninguém assumiu a guarda dos produtos nem a venda.


Tanto a população, que frequenta diariamente o mercado, quanto os fiscais e policiais ficaram surpresos com o grande volume de produto ilegal. O secretário Afrânio César de Souza Pereira disse que as blitzes vão continuar, "tanto como campanha de conscientização, distribuindo folhetos com informação sobre a Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº. 9.605, de 1998), como programa de saúde pública e novas apreensões se insistirem em promover guarda, venda e consumo de produtos ilegais".


A maior parte dos 1.629 quilos – 43 kg de capivara, 172 kg de anta, 339 kg de pirarucu seco, 716 kg de pirarucu verde, 171 kg de queixada, 12 kg de paca e 176 kg de queixada salgada, foram distribuídos para instituições públicas – Unidade Prisional de Coari, Casa de Resgate e Sociedade Pestalozzi. Cerca de meia tonelada foi enterrada no aterro controlado, por se encontrar em estado impróprio para o consumo humano, apresentando mau cheiro e cor arroxeada.


Além de incentivar a prática de crime ambiental, a venda e o consequente consumo desses produtos, coloca em risco a saúde de quem consome carnes de animais silvestres, que podem desenvolver doenças ainda desconhecidas pela medicina. "Muita gente consome assando a carne, sem cozimento e pode desenvolver doenças com o tempo", explica o secretário.